Ir para o conteúdo

Ir para conteúdo do site
Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagran
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
24
24 JAN 2023
Secretário Marcelo Figueiró faz projeção das ações da Secretaria da Saúde para 2023
enviar para um amigo
receba notícias

O Secretário Municipal de Saúde, Marcelo Figueiró, apresentou o balanço das ações de 2022 e projetou o ano de 2023 para a pasta. “No início de 2022 foram projetadas ações da Secretaria da Saúde para todo o ano. É muito bom chegar ao fim desta etapa e perceber que a maior parte de nossos objetivos foram alcançados. O empenho da Secretaria garantiu ótimos resultados para a cidade como o avanço na avaliação do Centro de Liderança Pública (CLP), instituição que analisa o desenvolvimento dos municípios no Brasil. A saúde em Cachoeira pulou da 278ª posição para a 9ª mais bem avaliada no país”, explicou ele.

O trabalho também nos garantiu o Destaque do Jornal do Povo, na área de Saúde Pública, o Destaque da Federação da Associação de Bairro do Estado – FRACAB, e o Destaque de Rede local de Comunicação para o combate ao COVID 19. Marcelo destaca que isto tudo foi conquistado graças ao apoio do prefeito José Otávio Germano e dos profissionais da Secretaria da Saúde. “Agora, vamos começar a colocar em prática nossa organização para 2023. Muito ainda temos de fazer, e faremos, para ter uma saúde pública exemplar em Cachoeira do Sul”, destacou o titular da pasta.

Veja abaixo algumas ações que foram projetadas para 2022, aconteceram ou estão para acontecer:

Veja algumas ações realizadas pela saúde em 2022

- Programa nosso posto de saúde – O programa “Nosso Posto de Saúde” renovou boa parte dos equipamentos de utilização dos funcionários e pacientes dos postos de saúde da cidade. Estão sendo utilizados R$ 1,5 milhão para compra de móveis, refrigeradores, climatizadores de ambiente, equipamentos técnicos e outros utensílios.

- Fim das filas nas unidades de saúde – Foi iniciado o programa “Saúde Acolhedora”, que busca acabar com as filas nas Unidades de Saúde, utilizando a metodologia de acolhimento aos pacientes que necessitem de consultas. Oito dos 11 postos da cidade já funcionam neste sistema, atingindo 72% da rede urbana. No programa os pacientes são recebidos durante o expediente, não precisando esperar na madrugada para obter uma ficha. Um enfermeiro faz a triagem da necessidade e agenda a consulta.

- Novo posto tupinambá - o ESF tupinambá trocou de endereço, passando para uma sede nova, mais receptiva e com acomodações muito melhores para receber o público.

- Posto da quinta da boa vista inaugurado – Após anos sendo subutilizado, finalmente o Posto da Quinta da Boa Vista foi inaugurado, com equipe completa para atender diariamente a população daquela localidade.

- Rede bem cuidar no ESF Carvalho - o ESF Carvalho foi contemplado com a Rede Bem Cuidar do Governo do Estado. O programa incentiva a melhoria e o fortalecimento dos serviços oferecidos à população gaúcha. Depois de conquistar o selo bronze neste programa, a ESF do Bairro Carvalho passou por melhorias em sua sede, com um investimento de R$ 33.546,79.

- Mais cirurgias eletivas, exames e consultas especializadas – foram executados quase R$ 1,8 milhão para agilizar as filas das cirurgias eletivas. Nos mutirões de cirurgias oftalmológicas, traumatológicas, Ginecológicas e Clínica Geral foram feitos mais de 700 procedimentos. Esta vitória aconteceu pelo esforço do prefeito José Otávio Germano na busca de Emendas Impositivas. Também foram realizados exames e consultas especializadas contratadas através do Consórcio Regional de Saúde e de licitações para agilizar os procedimentos.

- Mais ambulatórios odontológicos – Foram inaugurados novos ambulatórios odontológicos para atender principalmente as áreas rurais. Neste ano foram contempladas as regiões de Bosque e Piquiri. Esses, há oito anos não possuíam atendimento odontológico.

- Mais viaturas para remoção – Eram previstas a aquisição de cinco novas viaturas para remoção de pacientes em 2022. No entanto, graças ao empenho dos setores burocráticos da SMS, Secretaria da Administração e Secretaria da Fazenda foi possível adquirir oito novos automóveis, através de emendas impositivas federais, estaduais e municipais. Foi a maior compra de veículos já feita, que ampliou em 25% a frota da remoção.

- Mais equipes de atenção primaria credenciadas – foi identificado que vários serviços da secretaria da saúde, embora funcionem há anos, não estavam cadastrados no ministério da saúde. A SMS fez um esforço para reverter esta situação e assim arrecadar mais recursos para a saúde no município.

- Mais médicos para rede – Foi licitada uma empresa que deverá fornecer três médicos novos para atender a rede básica de saúde. Também é esperado um novo médico pelo programa Médicos pelo Brasil.

Crises enfrentadas

- Combate a influenza – a grande crise que a saúde enfrentou este ano foi com três doenças agindo juntas: o covid 19, a dengue, e a influenza. Este quadro fez com que a ocupação da UPA pulasse de 150 pessoas por dia para mais de 250. Os pacientes haviam ficado um longo período em casa devido a pandemia e estavam suscetíveis a todos males. Para resolver a situação a SMS pagou um aditivo de R$ 100 mil a UPA para contratação de mais médicos, orientou a administração da unidade e inclusive criou um posto de atendimento na UBS1-EAP-Central para desafogar a UPA, trazendo os pacientes de van para serem atendidos quando necessário.

- Combate à dengue – super mutirões - Com o aumento de casos de dengue no município foram criados os super mutirões que mobilizaram todos agentes de saúde da cidade para orientar a população a como evitar a proliferação do mosquito. Mais de 13 mil casas foram visitadas nesta ação.

- Combate ao Covid 19 – Foram diversas atividades desenvolvidas para eliminar este que é o maior mal que se abateu sobre a humanidade neste século. Durante o ano passou a se aplicar a terceira e quarta dose para adultos em todos os postos de saúde da cidade. Também foram aplicadas doses infantis e para bebês. Fora isto se desenvolveu programas de conscientização como o “Vacina na Escola” e se vacinou em locais inusitados, como empresas, escolas e até no mercado. No total até agora Cachoeira aplicou mais de 200 mil doses de vacina contra o Covid. Foi vacinada 95% da população em primeira dose, 85% em segunda e 60% em terceira (primeira dose de reforço).

- Combate a poliomielite e outras doenças – devido à baixa visitação dos pacientes aos locais de saúde, devido à pandemia, o Brasil viu suas taxas de vacinação despencaram. Cachoeira teve seus índices de vacinação contra a poliomielite perto dos 30%, mas graças a uma bem articulada campanha de vacinação quase triplicou esta porcentagem chegando perto de 90% do seu público vacinado e imunizado.


Rede de apoio psico social

- Um ano de RAPS – A nova Rede de Apoio Psicossocial cresceu e se desenvolveu neste ano com consolidação do CAPS Infantil, que chegou a ter 600 atendimentos mês, a articulação do Teacolhe que visitou dezenas de cidades na sua região, o desenvolvimento da AMENT formando servidores, a manutenção do CAPS 2, CAPS álcool e drogas e dois SRTs. Além disto foi criado o TEAtende (abaixo), uma parceria da Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde e Secretaria de Inserção Social.

 

- Criação do TEAtende – com a inauguração do TEAcolhe e do Caps i a prefeitura focou na organização do centro de referência ao autismo e outras dificuldades, batizado de TEAtende. A ação é uma parceria da Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde e Secretaria de Inserção Social. O serviço funciona junto a sede do AMENTE e possui profissionais trabalhando tanto em sua formatação burocrática, quanto prestando atendimentos através das psicólogas e assistentes sociais.

 

- Novo SRT – A equipe da Saúde Mental do município ganhou novo local para a Casa Reviver do Residencial de Serviços Terapêuticos. Conforme os técnicos, existia a necessidade de uma nova sede pois o serviço não conseguia atender toda sua demanda.

- Mais vagas para equoterapia – a SMS firmou convênio com o exército brasileiro, disponibilizando profissionais especializados, psicólogos e fisioterapeutas, que permitiram a ampliação do número de vagas no programa de equoterapia, destinado a pacientes com necessidades de tratamento, físico, psicológico ou emocional.

Apoio ao HCB

- Cinco novos ambulatórios da rede assistir – Em parceria da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal da Saúde, com HCB e Governo do Estado, foram inaugurados cinco novos ambulatórios da Rede Assistir. Estes podem ofertar até 1250 consultas mês e 150 cirurgias mês de média e baixa complexidade. Os serviços são feitos no prédio da curva da David Barcelos. A unidade atende as áreas de Clínica Geral, Vascular, Cardiologia e Obstetrícia voltada a gestantes de risco. Cabe a prefeitura o aluguel do prédio que consome R$ 180 mil anuais.

 

- Nova UTI – embora a UTI seja um serviço do HCB, a participação da secretaria municipal de saúde foi fundamental para que os leitos da UTI Covid fossem transformados em UTI convencional, dobrando a capacidade da área, em cachoeira do sul, ainda no início de 2022. O secretário Marcelo Figueiró utilizou sua relação com o presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Gabriel Souza (hoje vice-governador do Estado) e com a Secretária Estadual de Saúde, Arita Bergman, para que fosse aprovada a mudança de status dos leitos intensivos.


DEVE ACONTECER EM 2023

 

- Mudança no ambulatório princesa do Jacuí – Por força de exigência no contrato com o INSS o ambulatório Princesa do Jacuí deverá ter nova sede neste ano. O Ambulatório oferece vários serviços para população como atendimento com nutricionista, saúde para ostomizados e fisioterapia. A Secretaria Municipal de Saúde já possui autorização do CMS para qual local deve ser feita a transferência. (Já concretizada)

 

- Mudança na equipe de atenção primaria central, UBS 1– Por força de exigência no contrato com o INSS, a UBS 1, equipe de atenção primária central, deverá ter nova sede neste ano. A Secretaria Municipal de Saúde já possui autorização do SMS para qual local deve ser feita a transferência


- Mudança das farmácias da prefeitura – as farmácias do município, estado e o programa municipal de distribuição de fraldas serão realocados para um local mais acessível à população, que possua linhas de ônibus que atendem todas as áreas da cidade. O local será amplo com muito mais comodidade.
 

- Nova sede do SAMU – Por orientação do Ministério Público neste ano será buscado implementar a nova sede do SAMU. Este objetivo faz parte do programa de governo do prefeito José Otávio Germano.

- Dois novos ESFS – Foi autorizado pelo Ministério da Saúde a criação dos ESFS Fátima e Eucaliptos. O departamento de assistência à saúde estuda locais em bairros para incluir duas novas equipes de Saúde da família. Atualmente Cachoeira possui apenas 33% de sua área urbana com cobertura ESF. A ideia é ampliar a cobertura até o final do governo.

- Telesaúde – está sendo estudado condições para que se contrate pelo município o serviço de telemedicina com médico virtual atendendo de outra cidade. A telemedicina foi utilizada como teste no C3, durante o auge da pandemia do Covid 19.

Autor: Adrine Zigulich Martins
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia