Ir para o conteúdo

Ir para conteúdo do site
Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
25
25 MAI 2022
Comitiva de Cachoeira confirma projeto da Ponte do Fandango para 2022
enviar para um amigo
receba notícias

 

A comitiva de Cachoeira do Sul que esteve em Brasília para um encontro no final da tarde desta terça-feira no Ministério de Infraestrutura para tratar da obra da Ponte do Fandango, recebeu a informação do ministro Marcelo Sampaio Cunha Filho de que o projeto estará pronto até o mês de agosto.

Esse prazo até agosto se dá para garantia de revisão do anteprojeto com os orçamentos necessários para então ir para licitação e depois contratação. Após a assinatura do contrato, são mais 18 meses de obra, que deve ser contratada na modalidade Regime Diferenciado de Contratações que permite a contratação emergencial de obras de engenharia. Nesta modalidade, o orçamento fica em sigilo até a realização da licitação.

Com relação aos recursos, o ministro voltou a afirmar, assim como já havia sido afirmado pelo Presidente Jair Bolsonaro, de que ele está garantido já para 2022 e que trata-se sim de uma obra prioritária ao Governo Federal. O valor da obra ainda não está definido.

A comitiva de Cachoeira foi formada pela vice-prefeita Angela Schuh, o secretário de Obras, Marcos Carneiro, o de Agricultura, Fernando Cantarelli, o vereador Marcelo Martins, o Deputado Federal Afonso Hann e a Deputada Estadual, Zilá Breitenbach. Além do Ministro, participaram do encontro o Secretário-Executivo, Bruno Eustáquio, o diretor-presidente do Dnit, general Santos Filho e o superintendente regional do Dnit, Hiratan Pinheiro da Silva. 

 

Passagem de caminhões de 24 toneladas

 

Como já existe a certeza de que a conclusão da obra levará vários meses, foi levantada a questão sobre a passagem de caminhões de até 24 toneladas. A opção levantada foi a colocação de uma balança eletrônica de fita que mede o peso dos eixos.

O Dnit ficou encarregado de fazer um estudo para definir a viabilidade e contratação do equipamento. A passagem de veículos de mais de 24 toneladas foi descartada até a conclusão da obra.

Autor: Patricia Miranda
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia